Início » MEIO AMBIENTE » Mapa digital reúne 800 dados municipais

Mapa digital reúne 800 dados municipais

 

Já está na internet um mapa digital elaborado pelo Ministério das Cidades que reúne cerca de 800 indicadores sociais, demográficos,  eleitorais e econômicos das regiões, Estados e de todos os 5.564  municípios brasileiros. Chamada GeoSNIC e ainda em versão inicial, a  ferramenta permite obter e cruzar dados sobre temas como resultados e  participação nas eleições, déficit habitacional, IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), renda, movimentação bancária, receita com  impostos e quantidade de estabelecimentos como salas de cinema e de  shoppings centers. Ainda sem contar com um de seus principais atrativos as imagens de  satélite, a primeira versão do GeoSNIC foi apresentada durante a  Marcha dos Prefeitos, que começou na segunda, termina nesta  quarta-feira e reúne cerca de 3 mil chefes municipais em Brasília. A  previsão do Ministério das Cidades é que as primeiras imagens via  satélite, nos moldes do Google Maps, sejam incluídas nos próximos 15  dias, em princípio de municípios que tenham obras do PAC (Programa de  Aceleração do Crescimento).

O GeoSNIC, desenvolvido com apoio do PNUD, reúne informações de  diversos órgãos como o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e  Estatística), INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Banco Central e Ministério da Fazenda e possibilitará que os usuários  tenham acesso a números hoje dispersos em várias bases de dados  diferentes. Assim, é possível obter desde o número de votos em branco nas últimas  eleições, até dados do Censo 2000 e da contagem populacional de 2007,  passando por arrecadação de IPTU (Imposto Predial e Territorial  Urbano) e ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza),  existência ou não de conselhos sociais, se a folha de pagamento da  Prefeitura é ou não informatizada, composição do Produto Interno Bruto e participação em programas do Ministério das Cidades. Os dados podem  ser exportados para planilhas eletrônicas. “O Ministério das Cidades notou que o intercâmbio federal/municipal  era muito limitado. Começamos a pensar nesse modelo, via web, por meio  do qual pudéssemos tanto mostrar para os municípios os programas do  ministério quanto conhecer os programas realizados pelos municípios“,  conta a geógrafa Luciana Semra, coordenadora do projeto que batiza o  programa, o SNIC (Sistema Nacional de Informações das Cidades).

 

Justamente para conhecer melhor os projetos municipais, uma das  funcionalidades oferecidas pelo GeoSNIC, que emprega software livre em  sua tecnologia, é a possibilidade de os municípios acrescentarem  informações próprias na plataforma on-line  assim como é feito no  Wikipedia, uma enciclopédia aberta e atualizada por usuários de  internet. “Nós criamos dentro do nosso sistema uma biblioteca  municipal, para que técnicos dos municípios acrescentem os seus dados,  tudo aquilo que eles acreditarem que é importante de divulgar”, diz  Luciana. “Também deveremos abrir para o público, no futuro, a parte  dos contratos do Ministério. Estão lá todas as obras e a monitoração  dos contratos”, acrescenta.

 

Planejamento

O projeto tem ainda uma segunda vertente, uma plataforma que permite  aos municípios instalar nos gabinetes um software mais complexo, com  uma série de ferramentas de geotecnologias. “Nós customizamos o  Terraview, um software livre do INPE, por meio do qual os municípios  podem criar bancos de dados e planejar melhor as ações. Não queremos  capacitar ninguém em cartografia, nossa intenção é despertar o  conhecimento para um melhor planejamento municipal”, afirma Luciana.  “O município poderá, por exemplo, delimitar a área da cidade que vai  ser de preservação, criar e dividir áreas, trabalhar cadastro,  construir mapa temático dentro do território, tudo isso por meio desse programa gratuito.”

 

O próximo passo desse projeto é a distribuição de kits com manual de  usuário e um CD de instalação do sistema. O ministério planeja  capacitar técnicos dos municípios para uso desse material  a primeira fase, em que 17 universidades farão o treinamento de dois funcionários  de 700 prefeituras, deve estar concluída em outubro deste ano.

 

ENDEREÇO:http://www2.cidades.gov.br/geosnic/src/php/app.php

FONTE: PNUD BRASIL, Boletim nº 490 – Terça-feira, 22 de abril de 2008

Sandra Inês Barraglio Granja

 

 


1 comentário

  1. [...] Carlos Said wrote an interesting post today onHere’s a quick excerpt“O município poderá, por exemplo, delimitar a área da cidade que vai ser de preservação, criar e dividir áreas, trabalhar cadastro, construir mapa temático dentro do território, tudo isso por meio desse programa gratuito.” … [...]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.