Transporte e Meio Ambiente : Onde vamos PARAR? Não! Como vamos ANDAR?

 Por: Gustavo Rampini

Edição: Ana Marina Martins de Lima

Meus amigos leitores, parado em um engarrafamento na cidade de São Paulo (quiçá amanhã em outra cidade menor como Petrópolis-RJ se não for repensada a maneira de Re – fazer a Cidade). Escrevo-lhes este artigo. Há vários dias consecutivos, a São Paulo parou… 240 km de engarrafamentos as 9h da manhã.. O trânsito deu um nó. E agora?

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Trafego) a frota de veículos registrada no município cresceu 25%. O DETRAN atesta que no mês de dezembro de 2008, circulavam em São Paulo 4,8 milhões de veículos. Em fevereiro a frota aumentou para 6 milhões. No mesmo período a infraestrutura viária com 17mil km, cresceu em torno de 6%.  Sem contar que são vendidos cerca de 700 veículos /dia enquanto o número de nascem em torno de 400 pessoas/dia e média de velocidade na capital e de 14km/h nos horários de pico com um ocupante/carro.

Fala-se que a cidade irá parar em 2010, parece que a Capital já começa a pisar no freio… As consequências do aumento de veículos nas ruas são o aumento de poluição e a inversão térmica, doenças respiratórias , fadiga, desidratação,( mais calor, menor umidade do ar e menos oxigênio puro), ilhas de calor, criminalidade (assaltos no engarrafamento), aumento de pedintes nas ruas, chuvas ácidas, enchentes, desonra com compromissos profissionais devido a constantes atrasos e tantas outras situações que o leitor já deve ter vivenciado ou possa imaginar.

Bem, mas não temos só o carro à base de petróleo para nos locomover dentro da cidade, certo? Motocicleta… uma boa solução para ir rapidinho a qualquer lugar… polui até 17 vezes a mais que qualquer carro. As vendas crescem o controle e a pressão por motos mais limpas, não.

Quanto que sua pressa custa ao Meio Ambiente de todos nós?

Ônibus: leva muita gente, muitos são movidos a energias renováveis, ou eletricidade (Bondinho de Santa Tereza no Rio de Janeiro e Trolebus, em São Paulo), mas alguém já tentou pegar um ônibus às 18hs, só para citar como exemplo, no corredor expresso da Avenida Paulista? . Ônibus parado no transito. Engarrafamento de ônibus. Sem prestar serviço com desperdício de energia e, detalhe: estes veículos ao lado, embora sejam bi, tri articulados, são movidos a óleo diesel com 500 pp/milhão de enxofre e contribuem para a morte de 3500 pessoas, segundo o Hospital da Clinicas só na cidade em 2007

Trem e Metro: eficientes sob o ponto de vista energético, inteligente e accessível a uma pequena parcela da população, tanto de classe média a pobre. Porém a demora e complexidade para expandir sua malha, impede que este meio de transporte abarque mais pessoas.

Avião e Helicóptero:  estes são para poucos, gasto excessivo de combustível e caos aéreo, E só lembrar das ultimas noticias sobre um avião que não conseguiu pousar em Congonhas e no dia que três aeronaves caíram no mesmo dia na cidade de Sp, devido a alterações no ar provocada pelo clima e poluição.

Barcas: Começo como bom exemplo as Barcas que transportam 1500 pessoas/viagem ligando as Cidades do Rio de Janeiro x Niterói, o percurso e feito de 12 a 15 min, conforto e segurança a um preço médio (R$2,30) para quem vai trabalhar, e apreciar a paisagem (e a poluição, nosso caso) da Baia de Guanabara, sem estresse.

bike-gustavorampini
Foto: Gustavo Rampini
barca-gustavorampini
Foto Gustavo Rampini

 

AV 23 demaio- GustavoRampini
Foto: Gustavo Rampini

Estresse no trânsito? Aqui não existe! Já em São Paulo, ninguém consegue sequer andar de carro ou moto ou a pé, pelas marginais Tiete e Pinheiros devido ao odor insuportável, quiçá andar de Barcos ou balsa… Estão despoluindo, despoluindo…despoluindo a tanto tempo estes rios… O governo anterior gastou uma grana cimentando e afundado (dragando) leito., este adora “Tampar o bueiro com a peneira”. Em contrapartida, a população continua com o pensamento de que rio e a janela de seu carro são e lixeira.

As autoridades deveriam plantar mais arvores na cabeceira de rios e expandir a criação e manutenção de áreas verdes, e, por favor, menos concreto, menos mudança no leito dos rios, qual fizeram com os rio Pinheiros (ele passava onde hoje está o shopping Eldorado e onde ocorreu o acidente linha 4 do Metro) Uma senhora, de 90 anos neste mesmo shopping me contou que era estranho ver o rio no qual ela nadava naquele mesmo local ficar reto, e nascer prédios e hoje ela fazer compras no lugar que ela brincava.

A função dos cursos d’água no ecossistema são drenar e escoar água em excesso do solo. Se não tiver solo para absorver, tudo (água e sedimentos) vai para o rio. Se não tiver rio para absorver este volume excedente, a água volta para o solo, no seu entorno, onde estão, mas não deveriam estar nesta “zona de escape” (ex: pista das marginais, Pinheiros e Tiete.).

Em excursionismo, diz-se que não se deve acampar, ou fazer qualquer coisa a menos de 30 m do rio, ou onde o mato tiver “batido”, sinal de que se ele pode encher e impactar o acampamento.

Bicicleta: Você e que a move! Você é o próprio combustível! Indicada para percursos de até 7 km, baixa manutenção, e acima de tudo , diminui a chance de você enfartar (por ter ficado tantos anos preso num engarrafamento, comendo besteira) e ter tantos problemas de saúde que a pós modernidade nos traz.

2 comentários em “Transporte e Meio Ambiente : Onde vamos PARAR? Não! Como vamos ANDAR?

  1. Oi, seguinte.. estou fazendo um livro sobre a bicicleta, mas falo da cidade.. do trânsito e dos transportes em geral, gostaria de ter um texto seu sobre isso, pode ser até esse eu acho. que tal ?
    aguardo resposta.

    Estou a procura de comentários e analises de pessoas em questão do trânsito em geral

    Abraço
    Tiê Passos
    Curitiba – PR

    Curtir

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s