Minc e saída de Marina Silva

Por: Gustavo Rampini

Enfim, temos um Ministro do Meio Ambiente!!! Após 5 anos no Ministério e perdendo várias batalhas, apesar de franzina e mulher foi enérgica e resistente num fogo cruzado, não foi fácil e nem fez milagres. Fez o que pode, e se pudesse teria criado mais Unidades de Conservação de Uso Sustentável e Restrito .

Em Setembro de 2006, ainda em Petrópolis – RJ ,quando eu guiava Turistas no PARNASO (Parque Nacional Da Serra Dos Órgãos), participava de diversos projetos de Meio Ambiente na Região, trabalhava com Jornalismo Impresso e ainda colaborava com uma amiga, (recém formada em Jornalismo) e Repórter do SBT Regional na elaboração de Pautas e produção de matérias. Pude presenciar o trabalho da nossa Ex Ministra na ocasião na qual solicitou a prisão de uma máfia do IBAMA no Rio de Janeiro (que , diga-se de passagem, tem ótimos profissionais também).No decorrer daquele furação, onde pessoas ligadas ao IBAMA, nunca eram achadas e choviam denúncias, na Linha Verde do IBAMA , Ministério do Meio Ambiente e nos meios de comunicação – o povo ainda acredita na gente, caros colegas de profissão-, nos enviou uma denúncia de construção em Mananciais e Invasão de Área de Proteção Permanente – Reserva Chico Mendes – cujo projeto era de um Engenheiro da Prefeitura da Cidade de Petrópolis – gestão Rubens Bontempo atual prefeito de Petrópolis. A denunciante relatou que: “moradores denunciam, sem sucesso a todos os órgãos considerados ambientais desde Janeiro de 2006.” Apuramos com a mesma cujo nome preservo, posto que houveram inúmeras represálias aos moradores da região, que a própria ministra Marina Silva ficou sabendo do caso, mandou apurar, mas a corrupção impediu que a Justiça fosse feita. A equipe de reportagem foi lá, e mesmo intimidada por capangas, fizeram a matéria, mas sem a “passagem” (a repórter não aparece na imagem, só o áudio e as imagens vão ao ar). A mesma foi ao ar em Rede Nacional no “Jornal do Padrão” – SBT. Teve uma forte repercussão, mas na prática, a obra foi embargada por uns dias e recomeçou. Duas semanas após a exibição da reportagem, apesar emissora ter manifestado total apoio e segurança para a realização desta a Colega foi demitida sem “motivos justificáveis”. Hoje ela mudou de “ramo”.

Como sempre a ordem da Marina não foi respeitada, logo veio uma decisão “de cima”, e praticamente anulou a decisão da Ministra, posto que seu ex ministério do meio ambiente apesar de parecer fraco, qual sua ex chefe, e o elo entre duas forças poderosas no Brasil: Natureza & Política.

Em 2007, amadurecendo meus conhecimentos na cidade de São Paulo, em um Seminário de Empreendedorismo e Ecoturismo, na Sede da FIESP, tive meu primeiro contato com o nosso novo Ministro, e então Secretário de Meio Ambiente do Rio de Janeiro . É sempre bom ouvir um homem que tem 5 livros publicados sobre a “causa” no Currículo e cresci ouvindo-o falar na TV, no horário Eleitoral, pelo Partido Verde.

Na conversa, reiterei os problemas da região serrana e sugeri que houvesse uma aproximação do gabinete do Rio de Janeiro com São Paulo, posto que São Paulo seja o Estado que mais polui, porém é o que mais pensa e age através de eventos, cursos, comitês, etc… Na questão ambiente no Brasil. Respondeu que iria tomar as providencias quantos as ocorrências na Região Serrana do Rio de Janeiro e aproximação com São Paulo, “as águas passaram”, não tivemos mais contato, mas no ensejo, gostei das propostas e humildade dele em ouvir um ex-contribuinte de militante de seu Estado.

Sei, que dentro do Caos que foi encontrado o Rio de Janeiro, após 12 anos de Governo Garotinho, o Minc e Sérgio Cabral, fizeram muito. Ao que me parece estão conseguindo reestruturar o Estado aproveitando as vocações turísticas e petrolíferas do Estado com atração de investidores. Têm surgido muita coisa boa ali, segundo meus colegas…

O Minc exigiu ao ser “empurrado” por Sérgio Cabral a aceitar o Ministério total independência política para formar sua equipe. Não me parece que será um “carimbador” como o Lula quer.Mas não exercer esta função em ano eleitoral e em Tantas obras do “PAC”.

O País que precisa melhorar sua infraestrutura para poder exportar sua safra de biocombustíveis, alimentos e industrializados, na semana em que se lança a política Industrial, duramente criticada há tempos pela FIESP, que consiste em “pacotão” de redução de impostos e nada de incentivo a capacitação de atores para o mercado de trabalho e melhora da infra, conforme apontado no “Agro Ex”, evento que ocorreu na véspera da saída da Ministra, na sede da FIESP, aqui em São Paulo, cujas matérias e fotos estão aqui no site.

Meio Ambiente é complexo e transdisciplinar, amigos leitores… Atuar nesta área requerer habilidade de negociação, visão global, com“ O conhecimento de que tudo é política, confunde-nos se não for suplementado com a percepção de que tudo também é economia ou cultura “(Klaus Von Beyme)”. Ou seja , Minc terá de fazer estas pontes para não frear o Brasil e não ser chicoteado pela Dilma Rouself, por querer fazer tudo direito e tampouco perder a direção de projetos de sustentabilidade para o Ministério das Cidades, “gota da água” para a saída da ministra.

Ele é meio que um “pop star”, não tanto como Fernando, o Gabeira, capa da Roling Stones deste Mês, mas segundo (Beck), como solução dos problemas ambientais, o administrador público deverá “…abandonar a estrutura política do status quo, e fazer o renascimento do político para se construir uma nova sociedade”. É ser “pop” para ser político e ganhar força nas decisões.

Cabe a nós jornalistas ambientais, embora poucos e sujeitos a represálias, nas redações dos grandes Jornais, como Marcos Sá Corrêa, André Trigueiro (os quais tive a honra de compartilhar o saber ambiental em aulas no Rio de Janeiro) mais muitos aqui na Internet, qual este veículo, Ambiente do Meio confrontar as decisões do Governo e explicar à sociedade o que está por trás verdes discursos Políticos, campanhas publicitárias muitas vezes, está um rosto cinza, de enxofre e poluição.

Devemos dar mais destaque ao Meio Ambiente nos Jornais do Brasil!

 

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s