Cartilha sobre Mudanças Climáticas

 Por: Jaime Gesisky/ IPAM

A Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB) acaba de lançar a cartilha Mudanças Climáticas e Povos Indígenas. Escrita e ilustrada por vinte e um jovens indígenas da região amazônica, a cartilha será usada para promover o debate sobre o tema nas aldeias. A cartilha aborda aspectos técnicos, científicos e de direitos indígenas. O trabalho foi conduzido pelo Instituto de Pesquisa da Amazônia (IPAM) como parte das atividades do Centro Amazônico de Formação Indígena (CAFI) e apoio da organização The Nature Conservancy (TNC). A versão eletrônica da cartilha está disponível para download no http://www.ipam.org.br/biblioteca/livro/Cartilha-Mudancas-Climaticas-e-Povos-Indigenas/508 

A cartilha foi criada para suprir a carência de materiais educativos sobre temas como mudanças climáticas e REDD (Reduções de Emissões por Desmatamento e Degradação) voltados exclusivamente para as comunidades indígenas. A publicação servirá para multiplicar o conhecimento nas aldeias em capacitações realizadas com organizações indígenas pelos alunos do CAFI. A intenção é que os povos indígenas estejam informados e possam participar de modo qualificado das discussões e debates em âmbito mundial.

Entender e desenvolver uma relação com a complexidade do tema das mudanças climáticas tornou-se uma questão fundamental para os povos indígenas, considerando os impactos diretos que esse fenômeno tem na vida das aldeias – seja na produção de alimentos ou na manutenção dos ritos culturais. “Nós que vivemos nas comunidades, percebemos que as coisas já estão diferentes. Já não existe tanto alimento quanto antes”, afirma Maria Baré, da comunidade Taperera, no Amazonas e que participou da elaboração da cartilha.

Sobre o CAFI: O Centro Amazônico de Formação Indígena (CAFI) é uma iniciativa da COIAB, desenvolvida em parceria com a TNC. O objetivo do centro é capacitar jovens lideranças indígenas da região amazônica. Durante o curso, jovens escolhidos pelas próprias comunidades e organizações indígenas recebem treinamento intensivo em temas como políticas públicas e gestão ambiental. Desde sua criação, em 2006, o CAFI já formou 83 jovens indígenas.

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s