Mourão anuncia criação da Comissão de Saúde e Cidadania da Amazônia Legal

Amazônia. Foto Paulo Santos/Agência Brasil

Renata Martins / Rádio Agência Nacional

O enfrentamento ao novo coronavírus na região amazônica e o desmatamento foram debatidos nesta quinta-feira (02), em videoconferência. O vice-presidente da república Hamilton Mourão, presidente do Conselho da Amazônia Legal, se reuniu com os nove governadores da região.

Hamilton Mourão anunciou a criação da Comissão de Saúde e Cidadania da Amazônia Legal para dar celeridade às ações emergenciais para enfrentamento à Covid-19.

O governador do Amapá, Waldez Góes, pediu apoio imediato e disse que se medidas não forem adotas com celeridade, a doença pode causar uma tragédia na amazônia.

A falta de dinheiro para o combate ao desmatamento também foi reivindicação dos governadores. O vice-presidente sinalizou para a retomada da utilização dos Recursos do Fundo Amazônia.

Criado em 2008, o Fundo Amazônia, que recebe doações para o combate ao desmatamento, e de promoção da conservação e do uso sustentável da Amazônia Legal, tinha como principais financiadores países como a Noruega e Alemanha. Os países suspenderam os repasses em agosto do ano passado, insatisfeitos com a política de Meio Ambiente do Brasil.