IV Relatório Luz da Sociedade Civil da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável Brasil

Por: Artigo 19

Nesta quinta (10/09), às 13h, nosso ciclo de debates regionais sobre a Agenda 2030 chega à Região Sul para discutir meio ambiente, sustentabilidade, direitos humanos, política e trabalho digno. O evento é online e totalmente gratuito, sendo promovido pelo GT Agenda 2030 e ARTIGO 19 com o apoio da União Europeia.

O debate terá a participação da deputada federal Maria do Rosário (PT); de Reginete Bispo, socióloga e fundadora do Instituto Akanni; de Fernanda Kaingáng, advogada indígena atuante no Instituto Indígena Brasileiro para Propriedade Intelectual (INBRAPI) e no Instituto Kaingáng (INKA); Naiara Bittencourt, advogada popular na Terra de Direitos; Giselle dos Anjos Santos, do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT) e Márcia Soares, advogada e diretora-executiva da Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos.

Durante o evento, também serão debatidos os resultados da quarta edição do Relatório Luz da Sociedade Civil Sobre a Agenda 2030, documento único que apresenta um panorama em 360 graus sobre como os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estão sendo implementados no Brasil, país que foi um dos 193 signatários do acordo que deu origem à Agenda 2030, na ONU.

A análise deste ano faz parte de uma série histórica iniciada em 2017 e cobre as áreas social, econômica e ambiental. Nesta edição, o relatório mostra que mesmo antes da pandemia de Covid-19, o país já retrocedia nos indicadores analisados. No entanto, o coronavírus agravou a situação, exacerbando as crises socioambiental, econômica e política.

Resultados drásticos da pandemia, como o colapso do sistema de saúde, o aumento do desemprego, da pobreza extrema e da fome, da violência e dos problemas ambientais, poderiam ter sido amenizados se o Brasil tivesse se mantido alinhado aos compromissos assumidos. Retomar os caminhos previstos na Agenda 2030 para efetivar direitos e reduzir desigualdades e discriminações em debates regionais é, assim, fundamental. O Diálogo Público é, assim, um momento para reunir lideranças locais, especialistas e convidados para pensar caminhos para superar as crises. Participe!

Veja a programação completa do evento:

Abertura: Denise Dora – Diretora da ARTIGO 19 Brasil e América do Sul

Mesa 1: Meio ambiente, Sustentabilidade e Direitos Humanos (13:00 – 14:00)

Fernanda Kaingáng: Advogada indígena atuante no Instituto Indígena Brasileiro para Propriedade Intelectual (INBRAPI) e no Instituto Kaingáng (INKA)

Naiara Bittecourt: Advogada popular na Terra de Direitos

Mesa 2: Política e Direitos Humanos (14:00 – 15:00)

Reginete Bispo: Socióloga, suplente de Paulo Paim no Senado e fundadora do Instituto Akanni

Maria do Rosário: Professora e Deputada Federal pelo Partido dos Trabalhadores

Mesa 3: Trabalho digno (15:00 – 16:00)

Giselle dos Anjos: Historiadora, atua no Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT) nas áreas de Educação e Diversidade no Trabalho

Márcia Soares: Advogada e Diretora-executiva da Themis – Gênero, justiça e direitos humano

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s