BRASIL É O PAÍS MAIS SUSTENTÁVEL

 

Contribuição de Sandra Inês Barraglio Granja

 

O Brasil foi considerado o país mais sustentável do mundo em pesquisa  realizada pela National Geographic, utilizando um índice específico  denominado Greendex. Pela composição do índice, essa posição se deve mais às condições de  vida e aspectos naturais do Brasil do que a uma grande conscientização  de sua população. Todavia, as conclusões da pesquisa mostram o grande potencial que o país tem de se tornar efetivamente líder em  sustentabilidade, já que as condições básicas são muito favoráveis e  que os brasileiros são os mais preocupados com as questões ambientais.

A pesquisa completa pode ser copiada no link abaixo (o arquivo tem 50 MB):

http://event.nationalgeographic.com/greendex/assets/GS_NGS_Full_Report_May08.pdf

 

Vejam abaixo reportagem da Revista National Geographic Brasil sobre a  pesquisa:

 

BRASIL É O PAÍS MAIS SUSTENTÁVEL

 

A classe média brasileira é a mais atenta às atitudes e práticas sustentáveis. É o que revela uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira  pela National Geographic Society, em parceria com a empresa de  consultoria GlobeScan.

 

O Greendex 2008 – Escolha do Consumidor e Meio Ambiente, índice verde baseado no modo de vida e comportamento das pessoas ao redor do mundo, avaliou os hábitos dos consumidores da classe média de 14 países:  Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, China, Espanha, Estados Unidos,  França, Inglaterra, Hungria, Índia, Japão, México e Rússia. Juntos,  esses países representam 55% da população mundial e incluem 11 nações  mais populosas. Apenas em 2007, eles foram responsáveis pelo consumo  de 75% da energia no planeta.

Para compor o índice verde, foram avaliados quatro itens: habitação,  transportes, alimentação e bens de consumo, medidos de acordo com as  escolhas feitas por nós, como reparar objetos quebrados ao invés de  substituí-los por novos e optar por produtos considerados verdes, e  escolhas feitas a partir das circunstâncias, como o clima e condições  de transporte público.

Segundo a pesquisa realizada apenas por meio da internet com a classe  média, a alta pontuação do Brasil se deve, em parte, ao modo de  gerenciamento dos recursos nas residências. Apesar da boa avaliação  nos itens relacionados a transportes e bens de consumo, ao lado da  Índia, o Brasil se mantém na média quando se trata de alimentação.

 

Habitação

 A localização geográfica do Brasil contribui e muito para a  sustentabilidade do seu povo. Devido ao clima tropical, apenas 9% da  população do país usam aquecimento doméstico

 O tamanho das  residências também ajuda na pontuação, 96% têm quatro ou menos cômodos  e os aquecedores de água são ativados apenas no momento do uso. Na  Alemanha, país que ocupa a 7ª posição do Greendex, 40% das casas têm  três cômodos ou menos e é um dos únicos membros do G7 que menos  agridem o meio ambiente. A maior parte dos consumidores brasileiros ? assim como os mexicanos e  os australianos ? lava as roupas apenas com água fria e está muito  acima da média na economia de água doce, o que contribuiu para seu  desempenho destacado.

 

Transportes

Como acontece em outros países em desenvolvimento, o uso de veículos  próprios no Brasil está muito abaixo da média. Estamos mais dispostos  a caminhar, andar de bicicleta, usar transportes coletivos e ter  veículos eficientes, como os de tecnologia flex, e compactos. Esse cenário, porém pode mudar com o tempo. A facilidade de compra faz  com que 800 novos veículos ganhem as ruas de São Paulo a cada dia. E  quase um terço dos brasileiros afirma preferir sair sozinho de carro a  ir de carona, número que cresce a cada ano.


Alimentação

No quesito alimentação, os brasileiros estão acima da média quando se  trata do consumo de produtos locais. Mas o hábito de comer carne bovina, com freqüência, 62% da classe média brasileira, leva o país ao  10º lugar no ranking. A produção desse tipo de alimento exige mais  água do que qualquer outro. Por outro lado, apenas 35% dos brasileiros bebem água engarrafada  todos os dias, índice semelhante ao dos Estados Unidos. Já na  Alemanha, esse número sobe para 72%.

 

Bens de consumo.

A preocupação com o meio ambiente está cada vez mais presente no  cotidiano da classe média do Brasil, da China e da Índia, onde o  consumo de produtos ditos verdes é maior e os que prejudicam ao  faz questão de demonstrar o tempo todo, de acordo com o estudo. Desde o ano passado, diversas campanhas a favor do uso de sacolas de  pano foram veiculadas na mídia, com o objetivo de minimizar o impacto  causado pelo excesso de sacolas de plástico. 51% dos alemães  compras. Aqui no Brasil, porém, esse número ainda é tímido. Entre os pesquisados para o Greendex 2008, os brasileiros são os mais  preocupados com as questões ambientais. O país conta com o maior  índice de pessoas que se esforçam para reduzir a sua pegada ecológica. Para evitar que o aquecimento global se intensifique, o Greendex traz  à tona um dado revelador. Somos uma das únicas nações dispostas a  pagar mais caro por produtos que economizam energia e também a favor  de preços que reflitam o seu verdadeiro custo ambiental.

3 comentários em “BRASIL É O PAÍS MAIS SUSTENTÁVEL

  1. Vou usar essa resposta para fazer uma atividade de Redação, sobre Dissertação, a professora deu o seguinte tema: Um Mundo Mehor. Acho que um Mundo Melhor, tem tudo a ver com País Sustentável.
    Obrigado.

    Curtir

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s