Pauta: Código Florestal

 Por: Jaime Gesisky/ IPAM

Código Florestal é destaque da Clima e Floresta A newsletter do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) de abril está no ar.

O tema é o seminário “Código Florestal: Brasil celeiro do mundo ou realidade socioambiental?”, que aconteceu dia 6 de abril, em Brasília. Confirma a edição em http://www.ipam.org.br/revista/edicao/Edicao-20-15-04-2010/20

Veja os destaques: • Parlamentares querem adiamento das discussões sobre Código Florestal Entre os temas nacionais em foco neste ano eleitoral, o Código Florestal deve ter peso especial, caso os candidatos queiram levar a sério o compromisso de reduzir em mais de 80% os desmatamentos na Amazônia e 40% no Cerrado assumido pelo Brasil em Copenhague. Parlamentares que participaram, dia 6 de abril, do seminário “Código Florestal: Brasil celeiro do mundo ou realidade socioambiental?” divergem sobre a necessidade de se alterar a legislação, mas concordam que a votação sobre o tema deve ser adiada para depois das eleições.

 • Ambientalistas temem perda de conquistas “O clima eleitoreiro que pautou as audiências públicas e os debates sobre o Código Florestal até agora e a polarização radical não permitem um entendimento e a prevalência do bom senso”, disse Andre Lima, coordenador de Políticas Públicas do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM).

• Código Florestal e as mudanças climáticas As mudanças climáticas estão relacionadas à vegetação e, portanto, ao Código Florestal, não só em razão das emissões brasileiras de gases de efeito estufa, como também em função do papel que as florestas exercem na regulação do clima. Mas a relação entre flora e mudança do clima não se restinge a emissões.

• Produção é compatível com legislação ambiental Para Paulo Moutinho, é falso o dilema de que temos que conciliar produção agrícola com conservação ambiental. Na nova concepção, conciliar não faz mais sentido, pois a preservação ambiental é fundamente para o crescimento econômico e para a produção, por isso deve estar no centro do planejamento.

• Projetos ajudam proprietários rurais a se adequar à lei A adequação ambiental é possível também para propriedades localizadas nas regiões de Mata Atlântica. Para Miriam Prochnow, coordenadora de Políticas Públicas da Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi), “a aplicação do Código Florestal faz diferença na qualidade de vida e renda da população rural.

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s