Pesquisa ONU mostra confiança no multilateralismo para enfrentar desafios globais

Por: ONU

Ilustração ONU

A grande maioria das pessoas confia no multilateralismo para enfrentar os desafios globais. Este é o principal resultado de uma pesquisa feita ao longo de um ano pelas Nações Unidas.

A iniciativa UN75 foi lançada em janeiro do ano passado pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, para entender os desejos e receios do público global para o futuro, assim como as expectativas e ideias para cooperação internacional e, em particular, para a ONU. Mais de 1,5 milhão de pessoas de 195 países participaram da campanha através de pesquisas e diálogos.

“A consulta global UN75 mostrou que 97% dos consultados apoiam a cooperação internacional para enfrentar os desafios globais”, afirmou Guterres. “Isto representa um forte comprometimento com o multilateralismo e com a missão das Nações Unidas. Agora é conosco – estados-membros e o Secretariado da ONU – para atingir às expectativas das pessoas que servimos”, ele acrescentou.

Lançado para marcar o aniversário de 75 anos da Organização, o exercício foi o esforço mais ambicioso da ONU até agora para reunir contribuições do público global e a maior pesquisa sobre as prioridades para a recuperação da pandemia da COVID-19.

Desafios de curto prazo – Com a pandemia do coronavírus revertendo o progresso do desenvolvimento humano e aumentando as desigualdades, muitos entrevistados priorizaram o acesso a serviços básicos e o apoio a comunidades e lugares mais afetados no curto prazo. A prioridade global mais imediata indicada foi o acesso universal a cuidados em saúde, de acordo com os resultados.

Além disso, dado o impacto da crise global nas crianças e na educação, mais investimentos em educação e programas para a juventude foram considerados prioritários entre os consultados, particularmente na África subsaariana e central e no sudeste da Ásia.

Desafios de longo prazo –  Enquanto as pessoas esperam que o acesso aos serviços de saúde melhore nos próximos 25 anos, os consultados em todas as regiões identificaram mudanças climáticas e assuntos ambientais como o principal desafio no longo prazo. A região de América Latina e Caribe contou com a maior quantidade de pessoas selecionando esta resposta – 73%.

Outras prioridades de longo prazo variam de acordo com o nível de renda, mas incluem preocupação crescente com oportunidades de emprego, respeito pelos direitos humanos e redução de conflitos.

As pessoas de países com maior índice desenvolvimento humano deram maior prioridade ao meio ambiente e direitos humanos, enquanto os respondentes de países com menor índice de desenvolvimento humano elencaram como maiores prioridades redução de conflitos e alcance de necessidades básicas, como emprego, saúde e educação.

Apesar de todas as preocupações, 49% dos entrevistados acreditam que as pessoas estarão em situação melhor em 2045, contra 32% que acham que a situação estará pior.

O papel da ONU – Os resultados mostram que muitos consultados também veem as Nações Unidas para liderar a cooperação internacional e abordar desafios imediatos e de longo prazo, com muitos também pedindo que a Organização inove – seja mais inclusiva, engajada, confiável e efetiva.

Em pesquisas e diálogos UN75 conduzidos ao redor do mundo, os participantes pediram a liderança moral da ONU; um Conselho de Segurança reformado, representativo e ágil; um Sistema ONU inclusivo e participativo, com melhor compreensão do trabalho da Organização entre os cidadãos ao redor do mundo e que mostre mais cuidado com as necessidades das pessoas.

UN75 –  Mais de 1,5 milhão de pessoas de 195 estados-membros e estados observadores da ONU participaram dos Diálogos UN75. Mais de 1,3 milhão de pessoas responderam à pesquisa online; centenas de milhares de pessoas de mais de 100 países participaram de diálogos; 50 mil pessoas de 50 países participaram de uma pesquisa conduzida pela Edelman Intelligence e o Centro de Pesquisa Pew; milhares de jovens participaram de jogos UN75, centenas de pesquisadores participaram do processo de mapeamento dos dados. Incluindo a rede de colaboradores e membros, mais de 60 mil organizações e 900 milhões de pessoas viram notícias, eventos e atualizações sobre a iniciativa UN75.

Em 21 de setembro, os estados-membros da ONU adotaram a Declaração em Comemoração ao 75º Aniversário das Nações Unidas, na qual eles se comprometem a responder aos resultados da consulta global e estabelecem 12 compromissos para responder aos desafios globais.

Guiados por estes compromissos e pelo retorno recebido pela iniciativa UN75, o secretário-geral lançou um processo de reflexão sobre o futuro do multilateralismo, destinado a gerar recomendações para uma ação global transformativa que atenda a problemas comuns e prepare para as ameaças e oportunidades do futuro. O relatório será apresentado ao fim da 75ª sessão da Assembleia Geral da ONU em setembro de 2021.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑