Fórum Cultura de Paz e Pedagogia da Convivência – resultado da manhã

 

Em uma manhã linda e ensolarada diante da Agitação cultural em São Paulo, aconteceu: Fórum Cultura de Paz e pedagogia de Convivência realizado nos sábado 26 de abril de 2008. Educadores, estudantes e profissionais de várias áreas que trabalham pela Paz lotaram o auditório do MASP para mais uma atividade organizada pela Palas Athena e mais 32 parceiros.

 

Transcrevo aqui o resultado do período da manhã.

 

Lia Diskin (co- fundadora da Associação Palas Athena) iniciou o fórum com as seguintes palavras sobre a PAZ: “Nós precisamos realizar esforços que não nos foram legados pelas gerações anteriores, criar uma colméia ou uma sementeira pra que se possam nutrir outras colméias e sementeiras com conhecimentos e ações de Paz, ter finalidades e objetivos, criar métodos e passos, seguir de forma coerente com a proposta, ouvir, acolher, ter sentimentos, calma, simpatia, aproximação com pessoas da terra, que conhecem e ouvem a terra , falam  em silêncio na perplexidade da Vida; valorizar  a combinações de milhares de culturas e saberes que não devem ser silenciados e ignorados por nós”.

 

 

Dr. Carlos Emediato (Coordenador da Rede Global de Educação para a Paz- REDEPAZ) : elogiou a abertura das escolas nos fins de semana e falou sobre uma política pública federal, efetiva e concreta com contribuição local para que as pessoas possam se desenvolver intelectualmente e profissionalmente, e falou sobre a perfectiva da UNESCO , o trabalho de desenvolver o pensamento filosófico, respeito a pessoa, amor e paz, solidariedade um ideal de cultura que possam encontra um convívio para viver em harmonia, aprofundar conceitos que são as forças dos Direitos Humanos, que propõe um ambiente saudável onde possamos conviver junto na diversidade.

 

Professor Ubiratan D”Ambrósio (Professor Emérito da UNICAMP e professor da Pós Graduação em História da Ciência da PUC-SP):“ O que sonhamos pode se tornar realidade, o sonho não é um sonho sem esperança, paz e sobrevivência, sobrevivência com dignidade… O manifesto de Pugwash 1955 foi uma proposta continua a felicidade, conhecimento e sabedoria..se não forem capazes perante a vocês se apresente o risco da morte universal. Sobre o paradoxo da Vida Moderna: “parece que temos certeza de nossos conhecimentos e ações, a ciência moderna, a capacidade inimaginável de agir sobre o Planeta e a Vida, de certo modo a vida pode ser permanente e continua , uma incapacidade total de manter a vida em sociedade é uma questão de sustentabilidade não é possível manter a vida sem a Paz. A ciência moderna fornece os instrumentos intelectuais que ameaçam a sustentabilidade da vida no planeta, falta neste contexto uma ética maior que se refere a toda a humanidade, o relacionamento da espécie humana com outras espécies; respeito solidariedade e cooperação. A cultura do extermínio de vida humana, da natureza, certa aceitação do extermínio, aceitações do conflito, guerras justificadas, racionalização que justificam a cultura do extermínio. É urgente passar de uma cultura de extermínio para uma cultura de Paz.Uma cultura que contempla a paz individual, paz social, paz social, paz ambiental e paz militar. A paz individual é ponto de partida para a paz coletiva e a paz social é fundamental , sem o ambiente a natureza e alimentação não podemos viver em conflito com o ambiente, sem paz não há sobrevivência , educar para a paz é educar para a sobrevivência. A dignidade do individuo, ser o que é, ter nas raízes, religião, sustentabilidade, sistemas de conhecimento, preservar a diferença é algo fundamental.  Sobre o conflito: “conflito estado provocado com relações distintas, estímulos de uma mesma realidade. A realidade é a mesma, cada um recebe a informação desta realidade de uma forma distinta, o conflito não pode se transformar em confronto , o confronto quer eliminar e eliminar o outro de maneira devastadora , criar uma maneira de acabar com uma espécie. É urgente prioritário evitar que o conflito vire confronto, não e a partir da eliminação a mas sim na resolução de conflitos , este é o caminho para a Paz,a homogeneização, é bem trabalhada, tudo homogeneizado. A busca da convivência entre os diferentes buscar a dignidade do ser humano, sendo ele como é. O Eixo da história tem sido baseado em horas, datas e glorificação, atos que não resolveram os conflitos, documentos importantes que não constam dos atos de paz. O papel da educação é evitar a recorrência do confronto e da violência de gerações, muitas vezes por tensões, antagonismo, desconfianças e medo. O direito tem que passar por uma transformação para gerar algo mais. O conflito intenso não pode ser resolvido por uma formula de escapes expresso por  uso de drogas. Em The Arquitetus Insumos ( Império Romano) : para se construir uma cidade é preciso ter arvores, uma arvore cortada não é mais, é preciso ter outra no lugar. O que faz com que a violência esteja permeando o dia-a-dia?  ‘ Violência vem do medo, medo vem da incompreensão, incompreensão vem de ignorância e combatemos a ignorância com educação” Lean Wellis – educar para resolução de conflitos é educar para a paz.

 

Prof. Dr.David Adams (especialista de mecanismos cerebrais do comportamento de agressão, em 1999 preparou a minuta de Declaração programa de Ação sobre Cultura de Paz para a ONU). “Aos 10 anos na UNESCO chego à conclusão de que o momento de cultura pela paz, não pode ser realizado pelas Nações Unidas, deve crescer de baixo para cima, eu vejo que após 10 anos o movimento começou na América Latina em São Paulo: sociedade civil, educadores, prefeituras e todos vocês que estão aqui hoje .Eu vejo um crescimento, isto é para crescer e se tornar um modelo para o resto do mundo, e era um cientista de laboratório, eu ainda uso o método cientifico, realizei um estudo antes da realização do estado  5000 anos até hoje. No estudo cultura da guerra  eu pergunto: 1) O que é cultura de Paz? 2) A cultura de guerra faz parte da natureza humana? 3)Qual a utilidade da cultura de guerra? 4) Como mudar uma cultura de guerra para uma cultura de Paz? Vamos trabalhar em conjunto se estivéssemos propondo um trabalho de Paz, para vocês o que gera uma guerra? Resposta: intolerância, dominação, armas , inimigos, interesses, propagandas política, estratégias, dinheiro, violências e segredos. É preciso que as pessoas acreditem no poder da violência, na Antropologia há algo de interessante, só algumas pessoas  “metade” fazem a guerra, os outros não participam , só homens fazem guerra.  Pergunto agora como se fazer uma cultura de Paz? Resposta:parcerias, convivência, democracia participativa, tolerância, fraternidade, respeito ao outro, solidariedade, discernimento, desenvolvimento sustentável e equitativo, livre circulação das informações e igualdade entre homens e mulheres. A fórmula para educação , para a cultura de paz é a não violência , penso que a cultura de guerra foi uma invenção de  uma espécie e esta mesma espécie pode inventar uma cultura para a Paz, pois a cultura de guerra já dura 5000 anos.

 

Ana Marina Martins de Lima

 

4 comentários Adicione o seu

  1. josé marcos dias disse:

    O ÂMAGO DA QUESTÃO

    QUALQUER DISCURSO EM FAVOR DA PAZ QUE NÃO DEFENDA O DESARMAMENTO DE UMA FORMA TOTAL E COMPLETA É PURA DEMAGOGIA. EU DEFENDO A TESE DO DESARMAMENTO NA SUA FONTE: TODOS OS LIDERES MUNDIAIS DEVERIAM SE SENTAR EM TORNO DE UMA MESA E PROPOR UM ACORDO MUNDIAL COM O OBJETIVO DE PARAR COM A FABRICAÇÃO DE QUALQUER TIPO DE ARMA DE FOGO. QUALQUER OUTRO DISCURSO QUE NÃO PASSE POR ESTA PROPOSTA É HIPOCRISIA. EXISTEM CENTENAS DE PROPOSTAS CONTRA A VIOLENCIA, POREM EU NÃO CONHEÇO E NUNCA OUVI FALAR DE ALGUMA QUE PROPONHA BANIR AS FABRICAS DE ARMAMENTO DA FACE DA TERRA. É LAMENTAVEL TER QUE CONSTATAR QUE O QUE FALTA PARA A HUMANIDADE SÃO LIDERES NA VERDADEIRA CONCEPÇÃO DA PALAVRA. O MUNDO ESTA ABARROTADO DE FALSOS LIDERES, TANTO NO CAMPO POLITICO COMO NO RELIGIOSO. O JOGO ESPURIO E NOJENTO DOS INTERESSES FINANCEIROS TEM HÁ MUITO CEGADO OS OLHOS DESTES TAIS. DEIXEM DE SEREM HIPÓCRITAS, COVARDES, INSENSIVEIS, UMA DAS PRINCIPAIS VIRTUDES DE UM LIDER DE VERDADE É A OUSADIA E A CORAJEM PARA PROPOR MUDANÇAS QUE VENHAM REVOLUCIONAR E MARCAR O INICIO DE UMA NOVA ERA E TRAÇAR UM NOVO RUMO QUE MUDE O DESTINO DE TODOS NÓS HABITANTES DESTE MALTRATADO POREM MUI GLORIOSO PLANETA TERRA, O FANTÁSTICO PLANETA AZUL.

    escrito por zé mineiro em 02-01-2009

  2. Ingrid

    irmos acrescentá-lo aos links, peço que quando tiver sugestões como esta envie para ambientedomeio@uol.com.br

    Um abraço

  3. Ingrid disse:

    Olá! Vim indicar um grande portal cultural que possam se interessar:
    Portal EmDiv
    UMA JANELA DE MINAS PARA O MUNDO
    http://www.emdiv.com.br
    O Portal EmDiv tem o propósito de divulgar, difundir e colaborar não só com a cultura de Minas Gerais, mas de todo o Brasil e do mundo. Sempre de uma forma nunca abordada antes.

  4. Suely disse:

    Estive neste fôrum, assim como em outros, muito importantes para o futuro das nossas gerações.
    Um abraço

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s