Consulta Pública: indicadores de Juruti

O projeto Diagnóstico e Monitoramento do Desenvolvimento de Juruti e Entorno, conhecido como Indicadores de Juruti, tem como objetivo construir – com atores locais e regionais – indicadores sociais, ambientais e econômicos, para acompanhar o desenvolvimento de Juruti e região, ao longo do tempo.

O Município de Juruti, localizado a Oeste do Estado do Pará, na região amazônica, enfrenta atualmente grandes transformações, face à chegada da ALCOA na região para a instalação de um empreendimento de mineração.

A expectativa é que os indicadores alimentem espaços de mobilização social com informações sobre as transformações ocorridas em Juruti e região, subsidiem as políticas públicas, o investimento social privado na região e instrumentos financeiros colocados à disposição da comunidade. O objetivo final é contribuir para um melhor planejamento local e a constante capacitação de todos os atores envolvidos.

Iniciado em julho de 2007 e desenvolvido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), com o apoio da ALCOA, o projeto contempla a implementação das seguintes atividades:

1. Construção e validação de indicadores para o diagnóstico e monitoramento do  desenvolvimento de Juruti e entorno

2. Definição e aferição dos territórios a serem monitorados, a partir do desenvolvimento em Juruti

3. Elaboração e operação de um sistema de informações georreferenciadas, que subsidie o processo de diagnóstico e monitoramento desses territórios

A FGV conta com uma equipe multidisciplinar, especializada nas questões de sustentabilidade e indicadores de desenvolvimento. Todo o trabalho é acompanhado por representantes da comunidade local, por meio de reuniões periódicas, envolvimento nas atividades e decisões.

O projeto faz parte de um tripé de intervenção proposto em 2005 pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces), da FGV, em parceria com o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), para a construção de uma agenda de desenvolvimento local sustentável para Juruti e região. A agenda inclui a criação de um fórum local de desenvolvimento sustentável, a construção de indicadores de desenvolvimento e a formulação de um fundo regional e local. A FGV ficou responsável pela implementação do segundo pé do tripé.

Link para consulta pública:   http://www.fgv.br/ces/juruti/indicadores/consulta/

Fonte:recebido por email

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s