Águas de verão

Águas de verão

Por: Ana Marina Martins de Lima /Ambientedomeio

Estamos passando por uma crise no abastecimento de água, o que levou a esta crise?

1) Falta de Planejamento urbano: existem várias construções em margens de Rios e Lagoas.

2) Falta de “Saneamento Básico”: existem verdadeiros esgotos a céu aberto espalhados por nossas cidades.

3) Ausência de políticas públicas vinculadas ao conhecimento científico: o aquecimento do planeta leva a uma rápida evaporação da água.

4) Aumento da frota de carros e consequentemente a poluição do ar: a poluição química leva a produção de uma camada de gás algumas vezes visível que impede as gostas de chuvas desprendidas das nuvens a chegarem na terra.

5) Impermeabilização do solo, a água não segue seu ciclo normal.

6) Pouca utilização de água de reuso no âmbito urbano para rega de plantas e limpeza de calçadas.

7) Varrição de ruas e elevação de poluentes para o ar.

8) Despejo de esgoto no mar durante a noite quando não há fiscalização: aumentando a produção de algas e modificando o ph da água, resultando no enfraquecimento da vida marinha e no impedimento da evaporação de água.

9) Despejo de esgoto industrial nos rios, visível somente quando ocorre a seca devido a coloração da água.

10) Abandono de carros em terrenos resultando na poluição química do solo e consequentemente da água.

11) Poluição do ar por indústrias que desligam os filtros de chaminés durante o fim de semana, fato percebido quando há por exemplo os seguintes sintomas na população somente nos fins de semana: ardências nos olhos, dor de garganta e dificuldade para respirar.

O que podemos fazer?

  • No período de um mês evitar a utilização de carros na Região Sudeste.
  • Mesmo que não haja fiscalização manter a manutenção preventiva de veículos.
  • Denunciar as autoridades postos que vendem combustíveis sujos.
  • Descartar o lixo em locais corretos.
  • Denunciar as autoridades os locais onde há despejo de esgoto no mar e cobrar atitudes coerentes, um exemplo na cidade de Mongaguá segundo a população local durante a noite são despejados esgoto no mar e no período da madrugada ocorre a limpeza das praias; consequência não visível por toda a população peixes mortos são recolhidos a noite, a alteração do ph da água é perceptível com a presença de cochas enfraquecidas encontradas na areia e a grande quantidade de pombos.
  • Preservar as áreas verdes e sugerir para autoridades a criação de novos parques e espaços onde podem ser construídos corredores verdes, um exemplo são os terrenos que fazem a margens de ferrovias.
  • Sugerir as autoridades a implementação de novas estações de tratamento de esgoto e captação de água, águas represadas em pedreiras poderiam ser adequadas consumo urbano.
  • Donos de pedreiras poderiam utilizar terrenos que não são ocupados para constituição de Parques fornecendo opções culturais para população e aumentando a área verde da cidade.
  • Diminuirmos permanentemente o consumo da água independente da crise estabelecida.

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s