Concurso Biota: Empreendedorismo para alunos de Pós graduação de Instituições Paulistas

Por Marcelo Meletti- Agência FAPESP

Estímulo a jovens criativos e empreendedores

logo_biota_10O Programa BIOTA/FAPESP – O Instituto Virtual da Biodiversidade CONVIDA alunos de Pós-Graduação, de qualquer instituição paulista de ensino e/ou pesquisa em Ciência e Tecnologia, a apresentarem propostas de MODELO DE NEGÓCIOS EM BIODIVERSIDADE baseados em pesquisa dentro da grande área temática que abrange a caracterização biológica e química, conservação, restauração e uso sustentável da biodiversidade brasileira.

No mundo global, altamente complexo e competitivo, o empreendedorismo e a inovação passam a ser ferramentas essenciais na busca pela competitividade das organizações em formação ou já materializadas, sobretudo nos setores em que a tecnologia é o meio determinante como prerrogativa competitiva.

Empreendedorismo, tradução livre da palavra “entrepreneurship”, é a denominação dada a transformação de conhecimentos em produtos ou serviços, na geração do próprio conhecimento ou na inovação em áreas estratégicas de mercado e produção, no caso do presente concurso, a biodiversidade brasileira, um potencial enorme de oportunidades de negócios. Há muitas definições para o conceito de empreendedor, principalmente, porque são propostas por pesquisadores de diferentes campos do conhecimento, que utilizam os princípios de suas próprias áreas de interesse para construir um negócio privi legiando a criatividade e a intuição como instrumentos de inovação.

Identificar indivíduos inovadores por meio de modelos de negócios inovadores sobre serviços e ativos da biodiversidade brasileira é uma forma de identificar jovens talentos a contribuírem com o desenvolvimento econômico e social do país.

Um modelo de negócios consiste na lógica através da qual uma organização cria, entrega e captura valor. O Business Model Canvas é uma ferramenta simples para a estruturação inicial de uma ideia ou de um projeto. Ele é formado por nove blocos, que servem como um guia para a formulação da estratégia de uma empresa. Esta ferramenta permite que se estruturem os principais itens da empresa a ser criada, com um baixo custo inicial e agilidade. O mais importante princípio do Canvas é a validação. Validar um modelo de negócios significa buscar evidências claras de que há clientes dispostos a pagar pelo produto oferecido.

O modelo de negócios deve apresentar o Canvas em seu formato original e informações aprofundadas sobre cada bloco que o compõe. O concurso será dividido em 3 fases eliminatórias, abaixo listadas, e dois níveis: I) equipes formadas exclusivamente por mestrandos; II) equipes formadas por mestrandos e doutorandos ou exclusivamente por doutorandos.

1ª fase – os projetos serão avaliados pela Coordenação do Programa BIOTA quanto ao enquadramento nas regras do concurso, sem avaliação de mérito;

2ª fase – os projetos serão revisados por assessores ad hoc quanto ao mérito;

3ª fase – os 10 primeiros projetos classificados em cada nível terão 10 minutos para uma apresentação pública da proposta (Pitch), defendendo-a para uma banca composta por 1 membro da Coordenação do Programa BIOTA e quatro especialistas nas áreas de empreendedorismo, incubadoras, aceleradoras e investidores. Esta banca definirá a colocação de cada proposta, e os dois primeiros colocados, em cada nível, serão premiados, conforme detalhado abaixo.

As equipes cujos projetos passarem para a 2ª fase participarão, obrigatoriamente, um evento de “mentoria” e treinamento de “pitch” organizado pela Coordenação do Programa BIOTA em parceria com as Agências de Inovação das 3 Universidades Paulistas.

O objetivo desta iniciativa do Programa BIOTA/FAPESP é fomentar o empreendedorismo, e promover o desenvolvimento de negócios que utilizem de forma sustentável a biodiversidade brasileira. O concurso visa também desenvolver a capacidade de comunicação através de um discurso de venda de ideias (Pitch) geradas por um modelo de negócios baseado nos resultados de pesquisa(s) ou de uma invenção criativa, pois a fase final do concurso será pública, com uma apresentação de 10 min para um júri de especialistas que escolherão os dois primeiros colocados, um em cada nível.

Serão aceitas inscrições individuais ou de equipes com, no máximo, 5 componentes. No caso de equipes reunindo mestrandos e doutorandos, para fins deste concurso, a inscrição será enquadrada como de Doutorado.

Inscrições até 22 de abril de 2016

Mais detalhes e instruções para inscrição estão disponíveis em:

http://www.biota.org.br/wp-content/uploads/2016/04/Concurso-EMPREENDEDORISMO-BIOTA-2016.pdf

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s