Projeto: TV Alimentação e Poder

alimentação

Com uma Bibliografia respeitável André Luzzi de Campos  possui graduação em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003). Mestre em História Social pela Faculdade de Filosofia, Letras, Ciências Humanas (FFLCH) da USP. Doutor em Ciências pela Faculdade de Saúde Pública da USP, na linha de pesquisa Práticas de Saúde. Atuou como pesquisador em Ciências Sociais e Humanas do Centro de Pesquisa e Formação, do Serviço Social do Comércio – SESC, em São Paulo. Foi Diretor do Centro de Políticas Específicas, na Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania, da Secretaria da Administração Penitenciária no período de 2011 a 2014. No biênio 2006-2007, foi membro representante da Sociedade Civil no Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável – CONSEA/SP. É conselheiro municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de São Paulo. Foi coordenador geral da Ação da Cidadania contra a fome, a miséria e pela vida em São Paulo. Tem atuado principalmente nos seguintes temas: educação popular, participação popular, movimentos e relações sociais no Brasil, relações internacionais e segurança alimentar e nutricional sustentável.

É autor do projeto intitulado: TV Alimentação e Poder que tem como objetivo produzir uma web série de 08 episódios de caráter (in)formativo abordando aspectos relacionados ao Direito Humano à Alimentação Adequada e à Soberania Alimentar, isto é, o direito dos povos decidirem sobre as suas próprias políticas de segurança alimentar e nutricional; os vídeos serão apresentados por André Luzzi.

Na primeira temporada os temas serão:

1º – Soberania Alimentar e relações campo e cidade;

2º – As corporações nacionais e internacionais na área da agricultura e alimentação;

3º – Alimentação escolar sustentável;

4º – Agricultura urbana de base agroecológica

5º – Gestão dos Recursos Hídricos;

6º – Diversidade e o Direito Humano à Alimentação (gênero, etnia, origem, orientação sexual, entre outras);

7º – Alimentação e Pessoas privadas de liberdade

8º – Cultura Alimentar, Memória e Patrimônio

A web série será veiculada no Youtube e todos poderão acompanhar a produção pelo Facebook Soberania Alimentar

Orçamento

O projeto irá produzir 8 programas de até 15 minutos cada. Os custos estão divididos em: 40% para captação e montagem, 15% pré-produção, 30% produção e 15% de ajuda de custo para artistas e convidados.

Como contribuir acesse: Catarse

 

1 comentário Adicione o seu

  1. Maria Elizabeth P. Camargo disse:

    Muito interessante e importante num país com tanta diversidade cultural – o que leva a diversidade alimentar de acordo com a região e costumes alimentares.
    Cito como exemplo a preocupação com alimentação saudável a E.M.Amorim Lima no Butantã, que utiliza ingredientes de sua horta e do MST para seus alunos.

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s