Parque Mário Covas: Encerramento da Virada da Saúde e vacinação contra febre  amarela

Por Secretaria Municipal de Saúde/São Paulo

proteção

Encerramento da Virada da Saúde-2018 acontece neste domingo (15) em SP

Diversas atividades artísticas e de saúde marcam o término da ação, incluindo vacinação contra febre amarela, das 11h às 14h, no Parque Mário Covas

Domingo (15) é dia de saúde, música e dança na região do Parque Mário Covas, na avenida Paulista. As ações marcam o encerramento da Virada da Saúde 2018, com diversas atividades artísticas e de saúde espalhadas pelo entorno do parque.

Além de música e dança, o público também poderá se vacinar contra a febre amarela, fazer testes de tipagem sanguínea, de oftalmologia, de doenças sexualmente transmissíveis (HIV, Sífilis e hepatites B e C), receber aplicação de auriculoterapia e massagem, entre outras atividades.

As apresentações artísticas, as ações e orientações de saúde, as oficinas de mandalas e de hortas em pequenos espaços estão à disposição do público de todas as idades.

“A abertura do evento reuniu mais de três mil pessoas. E essas mobilizações na avenida mais movimentada da cidade chamam a atenção para a importância da prevenção à saúde e ao bem-estar da população”, declara Wilson Pollara, secretário municipal da saúde de São Paulo.

Confira abaixo a programação completa.

Programação de Palco

11h – Encerramento do evento a cargo de Wilson Pollara, secretário de saúde da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e do vereador Paulo Frange;

11h10 – Lian gong;

11h30 – Dança circular;

11h50 – Trovadores da Saúde;

12h10 – Ginástica laboral;

12h30 – Banda Uzkariela (rock);

13h – Lambazouk.

Demais atividades, das 11h às 14h:

Ações fora do parque, na calçada da Paulista:

Tenda de testagens: oferece tipagem sanguínea pelo Hospital Albert Einstein; e testes de oftalmologia pelo Instituto Suel.

Tenda de oficinas: como fazer mandalas e hortas em pequenos espaços; oferece orientações a respeito do convívio saudável com animais, da prevenção de quedas e da alimentação saudável;

Tenda Práticas Integrativas: aplicação de auriculo terapia e de massagem;

Unidade Móvel de Testagem: oferece testes de HIV, Sífilis e Hepatite B e C.funcionará das 11h às 14h no local; na véspera, sábado (14), mais de 80 postos estarão abertos para atendimento da demanda.

Vacinação contra a febre amarela em tenda instalada dentro do parque:

Com a meta de imunizar 95% da população ainda neste semestre, o Parque Mário Covas, na Avenida Paulista, vai receber neste domingo (15) a campanha de vacinação contra a febre amarela. A tenda para aplicação da dose da vacina faz parte da ação de encerramento da quarta edição da Virada da Saúde, promovida pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo, e funcionará das 11h às 14. Para participar, é preciso levar documento de identificação e, se possível, carteira de vacinação e cartão SUS.

A campanha contra a febre amarela começou em setembro do ano passado na zona Norte da capital e foi ampliada gradativamente, priorizando as áreas de maior vulnerabilidade. Desde março deste ano, a medida cautelar foi estendida para todos os 96 distritos do município.

A SMS reforça o pedido para que os munícipes que ainda não receberam a dose procurem uma unidade para se proteger da doença. Até quarta-feira (11), 6.340.952 pessoas foram vacinadas na capital, o que representa 54,2% do público-alvo. A meta é imunizar 95% dos moradores de São Paulo até 30 de maio, data prevista para o término da campanha.

“As filas desnecessárias do início do ano desapareceram, porém, é muito importante que as pessoas procurem as unidades para se imunizarem contra a doença. Todos os postos de saúde da capital estão aplicando a dose”, declara Wilson Pollara, secretário municipal da saúde de São Paulo.

É importante lembrar quer a vacina contra a febre amarela não é indicada para crianças menores de 9 meses de idade, gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e pacientes com imunodepressão de qualquer natureza, com neoplasia (câncer), com HIV, em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores) e submetidos a transplante de órgãos. Em caso de dúvida, é importante consultar o médico antes de se vacinar.

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s