São Paulo será o primeiro Estado brasileiro a assinar pacto internacional em defesa das águas

Tratado criado em Istambul, durante Fórum Mundial da Água, já possui 250 assinaturas de
governos de todo o planeta, mas nenhuma do Brasil

Amanhã , em comemoração à Semana do Meio Ambiente, o Estado de São Paulo assumirá um papel pioneiro na defesa das águas do país, quando adere ao documento Consenso da Água. Trata-se de um pacto criado em março deste ano, em Istambul, na Turquia, durante o 5º Fórum Mundial da Água, onde 250 representantes de governos locais e regionais se comprometeram a cumprir metas e elaborar um plano de ação para alcançar uma gestão sustentável dos recursos hídricos, garantindo soluções para as atuais crises globais de escassez de água e falta de saneamento.

Até o momento, nenhum governo, local ou regional, brasileiro assinou ao Consenso. O Estado de São Paulo, que já é reconhecido por implantar ações inovadoras na gestão dos recursos hídricos, como a criação da Política Estadual de Recursos Hídricos, a implantação dos Comitês de Bacias Hidrográficas, e o financiamento de 4.400 projetos para recuperação ou conservação das águas investindo cerca de R$ 420 milhões através do FEHIDRO, assumirá mais este desafio em um ato chamado de “Pacto das Águas São Paulo”.

Para a efetivação e êxito desse pacto será necessária a adesão em massa dos municípios paulistas. Por isso, na terça-feira, os secretários do Meio Ambiente, Xico Graziano, e de Saneamento e Energia, Dilma Pena, se reúnem, na cidade de Bocaina, com todos os prefeitos interessados em aderir ao pacto e assumir esse desafio pela defesa das águas paulistas. Espera-se, neste dia, conseguir um número de adesões maior do que o conquistado em todo o mundo durante o Fórum em Istambul.

O município que assina o Pacto das Águas se compromete a fazer um diagnóstico dos recursos hídricos de seu entorno e das condições de saneamento, traçar metas e colocar em prática um plano de ação. Todo o trabalho será orientado pelas secretarias estaduais. Em 2012, na próxima edição do Fórum Mundial das Águas, estes governos levarão ao evento os resultados obtidos desde a assinatura do pacto.

Evento: Pacto das Águas São Paulo
Data: 02.06.2009 – terça-feira
Concentração às 9h30 na Praça da Matriz do município de Bocaina
Adesões às 10h na Fazenda Barraca, às margens do rio Jacaré Pepira

Fonte: Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo

Um comentário em “São Paulo será o primeiro Estado brasileiro a assinar pacto internacional em defesa das águas

  1. Como que os prefeitos assinaram o pacto de Istambul sem conhecer as diretrizes, uma vez que só em Dezembro o governo Estadual vai disponibiliza-las aos Municípios ?
    Os municípios onde o abastecimento é feito pela SABESP, o prefeito não tem poder gerencial sobre ela e fornecimento de água e saneamento é atribuição da Sabesp.O volume de desperdício de água potável devido a rompimento de tubulações e vazamento é de responsabilidade da Sabesp um órgão estadual,como que o município vai se responsabilizar por algo que o maior responsável é o Estado?

    Curtir

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s