Criada Linha Verde de Crédito pelo Governo do Estado de São Paulo

Por: Ana Marina Martins de Lima/ Ambientedomeio

Fotos de Cris Castello Branco

Em 15 de março, foi lançada pelo Governo do Estado de São Paulo a nova linha de Crédito da Agência de Fomento Paulista denominada Linha Verde e criada com base na Politica Estadual de Mudanças Climáticas ( PEMC – Lei 13.798). A linha de crédito é voltada para projetos de pequenas e médias empresas paulistas. Em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente ocorreu o “Seminário Economia Verde” com a presença de José Serra; Milton Luiz de Melo Santos; Xico Graziano , Eduardo Jorge e Gilberto Kassab. Foram convidados como expositores: Fábio Feldman, José Goldemberg, Antonio Carlos Delbin , Fernando Almeida , Rachel Biderman , Carlos Henrique Delpupo e Ignacy Sachs.

Segundo o presidente da Agência de Fomento Paulista; Milton Luiz de Melo Santos este modelo de economia colabora com ações voltadas para o desenvolvimento de novas tecnologias; Xico Graziano enfatizou que devemos discutir menos e fazer mais destacando as ações da Secretaria em relação a Recuperação de áreas degradadas, criação de parques, fim dos lixões e o Pacto das Águas. Kassab elogiou o trabalho da Secretaria do Verde e enfatizou a produção de energia vinda de aterros, a inspeção veicular e a Lei que obriga o uso de energia solar. Serra elogiou a Lei de resíduos e falou do investimento nas comunidades pobres da Cidade Ademar e São Luiz de Paraitinga já Eduardo Jorge ressaltou que as questões ambientais não devem ser discutidas somente por especialistas e empresários, mas também pelo homem comum; quanto ao transporte ele disse que seria interessante a recuperação dos trólebus e destacou que 30 mil pessoas que não apareciam nas pesquisas; moradores de regiões da periferia já utilizavam bicicletas antes da criação das ciclo vias, segundo ele o automóvel é um ícone da modernidade atrasada trazendo consequências para saúde pública.

O Professor Ignacy Sachs enfatizou que a sociedade atual gerou um enorme passivo e que é necessário ter condições e critérios para a proteção e saúde do trabalhador, termos um conceito de trabalho digno; repensar as estratégias de desenvolvimento pois perdemos nossas espécies vegetais e recursos fósseis em uma grande escala. “Devemos também repensar o conceito de transporte para causar menos vitimas estas propostas devem ser realizadas a Nível Mundial”. Fábio Feldman criticou um artigo da Folha sobre o IPCC e também comentou sobre a questão do transporte segundo ele 46% dos caminhões que trafegam por São Paulo são fonte de poluição ele questionou: Qual o custo para sociedade? O congestionamento gera aumento de frete, aumento de poluição, aumento de emissão dos Gases de Efeito Estufa quanto a Copenhague o que não foi mostrado na mídia foi a maior mobilização da sociedade civil e alertou sobre as dificuldades em relação as mudanças do código florestal e o uso dos instrumentos fiscais e por fim José Goldenberg fez uma apresentação sobre o Balanço energético, destacando também a necessidade de maiores investimentos em relação ao transporte e a questão da mecanização do corte de cana.

Um comentário em “Criada Linha Verde de Crédito pelo Governo do Estado de São Paulo

  1. Acredito ser realmente importante quando incentivamos as empresas em pensar em tecnologias que buscam os fatores essencialmente sustentavel. Mas os principios expostos as vezes não coincidem com o paralelo da precaução. Se priorizo as ciclovias, não poderia ampliar as marginais, acentuando um numero absurdo de veiculos concentrados em um espaço aproximado de de 13 km, tornando se uma fabrica linear produtora de dioxido de carbono, fomentando a perda de um futuro Parque Linear ou corredor Ecologico, ligando o Parque Ecologico do Tiête a Mata Atlantica, alias para que importa, somente para esta infortunia geração, e na mesma extensão linear. Assim, abrindo espaços para ser tomados por veiculos na maioria com um unico passageiro.Qual é de fato a raiz desta eguação ambiental,como posso associar a exclusividade da poluição na capital somente aos caminhões, se tenho uma frota de milhares de onibus, produzindo toneladas e toneladas de dioxido de carbono, produzindo centenas de morte de paulistanos acinzentando os seus pulmões, e o que fazemos é somente criticar a Petrobras pela qualidade do seu diesel consumido por uma frota de onibus que diariamente aumenta o seu nivel de envelhecimento.E nem exigimos radicalmente da Petrobras o seu melhor diesel, com baixos niveis de enxofre, afinal não somos o maior consumidor ou cliente deste país, o cliente não tem sempre razão. E esquecemos que poderiamos trocar esta matriz por gás, ou por alcool veiculos ja testados e aprovados na cidade de São Paulo.perguntem a Viação Urubupunga (Barueri). Quanto de redução de diesel seria possivel,e seus aterrorizantes derivados, e no caso do alcool que simplesmente é cultivado e produzido em São Paulo, elevariamos o numero de empregos nas regiões do interior do Estado, ampliando as Usinas e gerando emprego qualificado. Sem comentar a redução do volume de internações de crianças e de nossos velhos nas enfermarias de hospitais especializados em doenças do sistema respiratorio e cardiaco. Como parece tudo tão dificil, quando os niveis de Gestão ainda estão desconectados, diante de um circulo fechado de ações sustentaveis que vai gerando ciclos naturais interligados, onde o resultado é o beneficio da saude ambiental e social em todas as esferas do preservar e precaver, e tudo parece pelo contrario, quando a politica de fato, não caminha em derivadas exatas. como diz o compositor: O avesso, do avesso, do avesso…Desculpe! Esta consultoria estou passando de graça, pois nasci nesta cidade, e meus pulmões já estão pela hora da morte. Afinal, o Terminal de Cargas Fernão Dias e responsavel por esta distruição pulmonar diaria….

    Curtir

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s