Algo mais sobre Copenhague

 Necessitamos de acordar o nosso planeta esta com febre, falta de ar e desidratado, precisamos cobrar aos nossos governantes atitudes e políticas ambientalmente corretas.

Neste  momento não basta sermos ecologicamente corretos, nossa comunicação deve estar voltada para a questão socioambiental, os projetos devem ser avaliados de forma a observar o social e o ambiental, o homem é parte do meio ambiente, a biodiversidade é o conjunto homem, animais e plantas. Todos os seres devem ser respeitados, para que se busque um equilíbrio para a manutenção do pouco que  restou da Vida.

Os trabalhos em Copenhague para serem bem sucedidos devem respeitar a Cultura a Política e a Economia a diversidade dos Países, a diversidade dos povos.

Devemos mudar o conceito de Ecoturismo, para turismo socioambiental, este não deve ter conceitos ou planos somente economicos.

Temos que ir alem das negociações, estabelecer metas maiores para que as empresas sejam realmente  sustentáveis.

A sustentabilidade é um conceito pré definido pela economia, a sustentabilidade deve ser um conceito definido pela necessidade de Vida.

A metas para a “purificação do ar” devem ser iguais, pois todos respiramos o mesmo ar, e as mudanças ou alterações do clima são refletidas em todos os cantos do Planeta, por países pobres e por países nobres.

A Saúde dever estar em pauta, o ar não é apenas um negócio e não pode ser administrado em escritórios como acontece com a saúde pública .

Ana Marina Martins de Lima/ AmbientedoMeio

 

Espaço para sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s